Apoio Contato Promoções Matérias Especiais Programação A Rádio Home


Ozzy Osbourne: novo single estreia amanhã

novembro 7th, 2019 admin Posted in Notícias No Comments » 3 views

Uma nova música de Ozzy Osbourne fará sua estréia online amanhã (sexta-feira, 8 de novembro). Um breve trecho da faixa pode ser ouvido no clipe de teaser nas redes sociais do vocalista. O novo álbum de estúdio de Ozzy está previsto para janeiro.

O vocalista do Black Sabbath recentemente forneceu vocais na canção de Post Malone “Take What You Want“, uma sessão supervisionada pelo produtor Andrew Watt, e isso acabou levando Osbourne e Watt a colaborar no 12º álbum solo do Ozzy.

Ozzy não lança um trabalho solo desde “Scream“, de 2010, depois de passar os últimos anos em turnê com o Black Sabbath em apoio ao LP “13“, além de tocar em vários shows solo. Mais recentemente, Ozzy se recuperou em casa depois de sofrer uma lesão no pescoço, resultando no adiamento de sua turnê solo.

Ozzy inicialmente descartou toda a sua programação de 2019 no início deste ano, quando se recuperou de uma cirurgia para reparar uma lesão sofrida e lidar com seu recente ataque de pneumonia. A etapa européia de sua jornada “No More Tours 2” foi remarcada para janeiro a março de 2020, com as datas norte-americanas marcadas para maio de 2020.

De acordo com a Live Nation Sweden, as novas datas das turnês europeias acontecerão agora “no primeiro semestre de 2021”. As datas americanas permanecem em vigor por enquanto.

Share |

Kiss: banda confirma 4 shows no Brasil para 2020 e apresentação final em 2021

novembro 7th, 2019 admin Posted in Notícias No Comments » 1 views

O Kiss anunciou praticamente toda a sua agenda de shows para 2020. Entre as datas confirmadas, quatro serão no Brasil, em Porto Alegre, Curitiba, São Paulo e Uberlândia (MG).

Veja, abaixo, a agenda de shows do Kiss no Brasil, divulgada durante o Kiss Kruise (cruzeiro da banda):

12/05/2020 – Porto Alegre
14/05/2020 – Curitiba
16/05/2020 – São Paulo
19/05/2020 – Uberlândia

O show em São Paulo já estava confirmado há algum tempo e será no Allianz Parque. Já em Uberlândia, a apresentação acontecerá no estádio Parque do Sabiá. Os locais exatos em que as outras datas serão realizados ainda não foram divulgados.

Além da turnê pela América do Sul – que também inclui datas em El Salvador, Costa Rica, Bogotá, Peru, Chile, Paraguai e Argentina -, o Kiss revelou a rota de uma nova turnê pela América do Norte e Europa, bem como o dia e a cidade de sua última apresentação. A performance, que conclui a turnê de despedida “End Of The Road”, será em 17 de julho de 2021, em Nova York (cidade onde o grupo foi formado).

A “End Of The Road” foi anunciada oficialmente pelo Kiss em setembro do ano passado, durante uma apresentação no talent show americano “America’s Got Talent”. “Essa será nossa última turnê. Será o maior e mais explosivo show que já fizemos. Pessoas que nos amam, venham nos ver. Se você nunca nos viu, essa é a hora. Será o show”, disse Paul Stanley, em comunicado à imprensa.

 

Share |

Ozzy Osbourne: novo álbum será lançado em janeiro de 2020

outubro 28th, 2019 admin Posted in Notícias No Comments » 6 views

O próximo álbum de Ozzy Osbourne será lançado em janeiro de 2020. É o que afirmou sua esposa, Sharon Osbourne, nesta segunda-feira, 28 de outubro.

Em participação no The Jess Cagle Show, Sharon foi questionada sobre a recuperação de Ozzy, e deu uma ótima notícia para os fãs: “Ele está chegando lá. Ele sofreu um acidente muito, muito ruim este ano, mas está chegando lá. Ele acabou de terminar um álbum, e o álbum será lançado em janeiro. E ele está indo bem. Ele está muito animado com o dueto que fez com Post e também com Travis Scott. Está indo muito bem…”.

O último disco de estúdio lançado por Ozzy foi “Scream”, lançado em 2010. Neste ano, o Madman teve que cancelar todas as suas datas em virtudes de problemas de saúde.

Recentemente o guitarrista  Zakk Wylde revelou, em entrevista ao The Cassius Morris Show transcrita pelo Blabbermouth, que não tem relação com o novo álbum do vocalista Ozzy Osbourne. O cantor tem dito, em entrevistas, que trabalha em músicas novas que podem compor um disco de estúdio – parte do registro está sendo feita durante o processo de recuperação do Madman, que sofreu uma forte queda recentemente.

“Não fizemos nada para isso”, disse Zakk Wylde. “Ozz apenas tocou com alguns amigos que conhece. Ele me disse ‘ei Zakk, acabei gravando algumas coisas’ e eu falei ‘legal’”, completou.

Em seguida, Wylde disse que “Take What You Want”, música que Ozzy Osbourne gravou com Post Malone e Travis Scott, é “incrível”. “Post foi a um show do Black Label Society (banda de Zakk Wylde) há uns 6 meses, antes de colaborar com Ozzy. É um cara muito legal. Ozzy soou ótimo na música, mas, não, eu não tive nada a ver com as coisas que Ozz está gravando”, afirmou.

Apesar disso, Zakk disse que Ozzy e ele podem gravar outras coisas juntos a qualquer momento. “Está tudo bem, cara”, comentou.

Share |

Metallica: S&M2 obtém a maior bilheteria de um filme de rock da história

outubro 19th, 2019 admin Posted in Notícias No Comments » 19 views

Em abril de 1999, o Metallica e a Orquestra Sinfônica de São Francisco fizeram um show histórico no Berkeley Community Theatre, na Califórnia. O material deu origem a um CD ao vivo e um DVD com registros da apresentação, que ganhou o nome de “S&M”.

Nos dias 6 e 8 de setembro de 2019, o grupo subiu ao palco da Chase Center Arena, em São Francisco, nos Estados Unidos, para um novo concerto especial com a Orquestra Sinfônica da cidade. Foram apresentadas várias músicas do show de 1999, bem como versões sinfônicas de novas canções lançadas pela banda desde então.

O novo show orquestrado do Metallica, “S&M²”, conquistou a maior bilheteria de um filme de rock na história. De acordo com o Loudwire, a arrecadação do longa foi de US$ 5,5 milhões (cerca de R$ 22,9 milhões, em conversão direta na cotação atual) em sua apresentação única nos cinemas de todo o mundo, no último dia 9 de outubro.

Ao todo, “S&M²” foi exibido em mais de 95 países e mais de 3,7 mil cinemas por todo o planeta. A demanda foi tão alta que a empresa responsável pela distribuição, Trafalgar Releasing, anunciou que o show ganhará uma data extra: 30 de outubro.

No Brasil, cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Caxias do Sul, Canoas, Manaus, Belém, Juiz de Fora, Fortaleza, Salvador e Jaboatão dos Guararapes, entre outras, receberão a sessão no dia 30 de outubro. No site, é possível buscar pelo município desejado.

 

Share |

Bon Jovi: novo álbum já tem nome definido

agosto 29th, 2019 admin Posted in Notícias No Comments » 22 views

De acordo com matéria publicada na Variety, o Bon Jovi já definiu o título e temática do álbum que irá suceder o “This House It’s Not For Sale”, lançado em 2016.

Segundo a publicação, o disco irá se chamar “Bon Jovi: 2020”, e o mesmo terá temáticas sociais, tendo também músicas sobre os transtornos sofridos por veteranos de guerra, e falando tiroteios em massa ocorrido nos Estados Unidos nos últimos tempos.

Ao justificar sobre o nome do novo trabalho, Jon Bon Jovi falou:

É um ano de eleições, porque não? Eu não poderia fazer nada pior. ‘This House Is Not For Sale’ lidou com problemas pessoais, mas agora tudo isto ficou para trás. Hoje eu tenho uma visão mais clara das coisas. Estou muito feliz, será um disco bem diferente“.

Ao que tudo indica, o “Bon Jovi: 2020” foi gravado no início do ano no Ocean Way Nashville Recording Studios, em Nashville.

Share |

Metallica: remixar o Justice é como mexer na Mona Lisa, diz James Hetfield

agosto 10th, 2019 admin Posted in Notícias No Comments » 116 views

Durante entrevista com a “So What!”, publicação voltada aos fãs do Metallica, James Hetfield defendeu a sonoridade do “… And Justice For All”, o clássico álbum lançado pela banda em 1988 mas que é cercado de controvérias sob acusação de que o som do baixo de Jason Newsted foi propositalmente enterrado na mixagem, a ponto do próprio baixista ir tirar satisfação com os colegas de banda.

“Sim, ele quis saber o que aconteceu. Não lembro da minha resposta na época, mas não foi nada tipo ‘Foda-se, vamos baixar o seu som’. Certamente queríamos a melhor sonoridade que fosse possível, este era nosso objetivo. A gente estava detonado, entrando e saindo de estúdio e às voltas com turnês, sem fones de ouvido. Então você vai pro estúdio e sua audição está ferrada, você não consegue se ouvir direito, então isto com certeza é um dos principais motivos pelo que resultou, não tinha nada a ver com humilhar ou se vingar de Jason, certamente.

Depois James ainda rebate a afirmação de 2015 um dos técnicos que mixou o álbum, Steve Thompson, de que o principal culpado foi Lars Ulrich, que queria sua bateria soando de um jeito que acabava soterrando o baixo. “Queríamos um som encorpado, queríamos a guitarra e tudo mais bem ali na cara e direto, e achamos que tinha dado certo. Meio que sabíamos como queríamos soar, mas podemos sentar na mesa de som e fazer acontecer? Não, pedimos para alguém fazer isto. Então Thompson fez o trabalho dele. Mas ele não tem que pedir desculpas por nada ou apontar um culpado, isto é uma obra de arte, saiu deste jeito por um motivo qualquer. E na verdade foi o que eu disse, estávamos ferrados com turnês, nossa audição estava péssima, não dormíamos direito. Então ele não tem que se defender, ele fez parte de um álbum fantástico de nossa carreira, ele deveria ficar um pouco mais de boa consigo mesmo”.

Por último, James ainda comenta a possibilidade do “… And Justice” ser remixado para melhorar o som de Jason Newsted: “Esta coisa toda, tipo, já aconteceu, e quem se importa com isto? E por qual motivo mudaríamos? Você mudaria a história? Por qual motivo remixar, já tem um som de baixo ali. Tudo bem remasterizar, mas remixar e tornar em algo diferente? É como se… não nos comparando com a Mona Lisa, mas é tipo ‘Uh, você pode fazer ela sorrir um pouco mais?’

Share |

Mercyful Fate: reunião da banda é confirmada para 2020

agosto 3rd, 2019 admin Posted in Notícias No Comments » 57 views

O Mercyful Fate vai se reunir em 2020. A novidade foi anunciada pelo vocalista King Diamond, por meio de uma publicação nas redes sociais.

De acordo com o cantor, “o Mercyful Fate irá fazer um número indeterminado de shows pela Europa durante o verão (inverno, no Hemisfério Sul) de 2020, incluindo o Copenhell”, que acontece entre 17 e 20 de junho. A formação será a mesma que gravou o álbum “9″ (1999), com os guitarristas Hank Shermann e Mike Wead e o baterista Bjarne T Holm, além, é claro, de Diamond nos vocais. A única exceção é o baixista Timi Hansen, que será substituído por Joey Vera (Armored Saint, Fates Warning).

King Diamond explicou por que convidou Joey Vera para a vaga e ainda adiantou que músicas inéditas serão feitas. “Pedimos para Joey Vera entrar porque ele tem um estilo e sonoridade muito únicos tocando com os dedos, muito parecido com o de Timi Hansen. Isso é importante, já que o repertório só será composto de músicas do primeiro ‘mini LP’ (EP ‘Mercyful Fate’, 1982) e dos álbuns ‘Melissa’ (1983) e ‘Don’t Break The Oath’ (1984), além de músicas novas feitas especificamente nesse estilo”, contou.

Por fim, Diamond destacou que essa reunião será “Muito como o Mercyful Fate como no começo, exceto que por usar uma produção em grande escala”, afirmou. As datas da turnê devem ser anunciadas em breve.

O Mercyful Fate esteve na ativa entre os anos de 1981 e 1985 e, posteriormente, entre 1993 e 1999, quando encerrou as atividades de forma definitiva. Reuniões esporádicas aconteceram nos anos de 2008 e 2011.

Share |

AC/DC: site francês crava local para show em 2020 e fala sobre novo álbum

julho 13th, 2019 admin Posted in Notícias No Comments » 55 views

Nos últimos dias, surgiram vários rumores sobre o retorno das atividades do AC/DC, que gravou um disco em Vancouver, Canadá, há alguns meses, e a julgar pelas fotos registradas na ocasião, ao menos em estúdio a banda contou com Brian Johnson, Phil Rudd e Cliff Williams.

Enquanto por um lado, uma estação de rádio dos EUA afirmou que o AC/DC anunciará detalhes de sua próxima turnê mundial na quarta-feira, dia 17 de julho, por outro um site francês chamado Hey-Alex. FR diz que estão sendo acertados os detalhes de um show na França em 2020, e que o novo álbum vai sair entre novembro e dezembro deste ano, confira:

“Muitas pistas provam o retorno do AC/DC. Três anos após sua última apresentação em Marseille, ganhará a França novamente a presença de uma das mais aguardadas bandas de rock em 2020? O retorno do AC/DC está sendo comentado em todos os lugares, mas ninguém ainda confirmou. Devemos acreditar nisto? Os fãs querem saber, e vamos tentar dar respostas”.

“Se você vêm acompanhando, sabe que nosso querido Brian Johnson parece estar de volta ao AC/DC, após ter saído por ter sido diagnosticado com problemas auditivos. E uma coisa é certa, se a banda sair em turnê, não será com Axl Rose como foi em 2016 mas sim com Brian. E há a confirmação de Zegut. Todos os fãs de rock conhecem Tonton Zegut (nota: apresentador, radialista e muitas outras coisas, muito famoso na França) e sabem que ele tem boas relações com grandes bandas, já tendo antecipado presença de grupos como Metallica, Rammstein e Iron Maiden. Tonton vem dando pistas sobre o AC/DC na França em 2020, e como todos sabemos, ele muito raramente erra, e sendo assim o retorno deles para o país com certeza é iminente!”

“Concluindo, muitas pistas levam a crer que a mítica banda voltará aos palcos, e um novo álbum vai ser lançado no final de 2019 como um tributo ao saudoso Malcolm Young. E logo após uma turnê se seguirá tendo Brian Johnson no vocal. E ainda melhor, o Stade da França (fica em Paris) vai hospedar o AC/DC para um ou mais shows em 2020!”

Share |

Kiss: “não tem como fazer a turnê toda com Ace Frehley e Peter Criss”

julho 6th, 2019 admin Posted in Notícias No Comments » 76 views

O Kiss acredita que não é possível fazer uma turnê inteira com o guitarrista Ace Frehley e o baterista Peter Criss, que já não integram mais a formação desde o início do século. A avaliação foi feita pelo vocalista e baixista Gene Simmons, em entrevista ao The Evening Standard.

Atualmente, o Kiss está em sua (segunda) turnê de despedida, intitulada “End Of The Road”. Além de Simmons, a formação conta com Paul Stanley nos vocais e guitarra, Tommy Thayer também nas seis cordas e Eric Singer na bateria.

Em entrevistas, Ace Frehley tem dito que quer tocar com o Kiss e fez críticas ao fato da banda ter anunciado uma turnê tão parecida com as outras, inclusive por não chamar os músicos originais para uma reunião.

Agora, Gene Simmons diz que Ace Frehley e Peter Criss serão bem-vindos para participar de algum show, mas não dá para contar com eles para uma turnê completa. “Eles foram tão importantes quanto qualquer um de nós (Paul Stanley e o próprio Gene Simmons). E estão convidados para se juntar a nós no palco em algum momento da turnê. Porém, não poderíamos fazer uma turnê toda com eles. Eles são completamente indecifráveis”, disse.

O baixista e vocalista também fez elogios para Eric Singer e Tommy Thayer. “Eric já tocou com todo mundo: Brian May, Black Sabbath, Alice Cooper. Ele e Tommy têm amor por trabalhar. Eles aparecem na hora fazem o trabalho e ficam empolgados em encontrar os fãs. Já outros membros, sem dar nomes, não”, disse.

Share |

Kiss: banda passará pelo Brasil em 2020, afirma jornalista

julho 2nd, 2019 admin Posted in Notícias No Comments » 115 views

O Kiss fará shows no Brasil em maio de 2020, em locais ainda a serem definidos. A informação é do jornalista José Norberto Flesch, do Destak Jornal.

A tour da banda pela América do Sul, que também incluirá o Chile, integra a “End Of The Road”, giro final de sua carreira que começou pela América do Norte e passará por outros continentes, como Europa, Oceania e Ásia, até o fim de 2019.

O argentino Christian Acosta, que costuma ser boa fonte sobre turnês na América do Sul, já havia adiantado, em publicação no Twitter, que o Kiss anunciaria shows no continente “em breve”.

A “End Of The Road” foi anunciada oficialmente pelo Kiss em setembro do ano passado, durante uma apresentação no talent show americano “America’s Got Talent”. “Essa será nossa última turnê. Será o maior e mais explosivo show que já fizemos. Pessoas que nos amam, venham nos ver. Se você nunca nos viu, essa é a hora. Será o show”, disse Paul Stanley, em comunicado à imprensa.

Curiosamente, a “End Of The Road” não é a primeira turnê de despedida do Kiss. Em 2000, após duas turnês com a reunida formação original – composta por Paul Stanley, Gene Simmons, Ace Frehley e Peter Criss -, a banda anunciou que encerraria suas atividades, mas, antes, realizariam a “Farewell Tour”. A excursão rodou entre 2000 e 2001, mas o grupo não encerrou suas atividades, seguindo sem Frehley e Criss.

Share |