Apoio Contato Promoções Matérias Especiais Programação A Rádio Home


Ozzy Osbourne: apresenta ótimo progresso pós tratamento com células-tronco

abril 2nd, 2020 admin Posted in Notícias No Comments » 4 views

Ozzy Osbourne está apresentando grande progresso após realizar recentemente um tratamento com células-tronco no Panamá, conta sua filha Kelly Osbourne.

“Ver o que aconteceu depois de um tratamento de células-tronco e o progresso que ele fez é impressionante”, Kelly conta para o portal Entertainment Tonight . “Ele quer levantar. Ele quer fazer coisas. Ele quer fazer parte do mundo de novo. Ele está andando melhor. Ele está falando melhor. Os sintomas dele estão diminuindo. Ele está desenvolvendo a força muscular novamente que ele precisa depois de sua cirurgia da coluna vertebral.”

A família Osbourne, está reunida em casa em quarentena, mas Kelly conta, “Nós estamos muito agredecidos aos médicos que se estão o ajudando. Ele está pronto para sair de casa e agora ele não pode sair de casa. Ele fica falando pra mim ‘Eu estive em quarentena por quase dois anos, e agora que eu estou me sentindo melhor, o mundo está em quarentena.”

Share |

Tony Iommi: afirma que possui muito material guardado

abril 2nd, 2020 admin Posted in Notícias No Comments » 21 views

O guitarrista Tony Iommi sempre deixa no ar a possibilidade de um novo lançamento sempre que tem a oportunidade. Sua posição não somente de deus do Heavy Metal, como também de um dos maiores criadores de riffs da história, mantém seus fãs e os da banda Black Sabbath sempre ansiosos para que um novo lançamento do guitarrista de fato se concretize, não necessariamente com o Black Sabbath, que encerrou suas atividades há mais de dois anos.

Em recente entrevista ao site da revista Guitarist, Iommi, atualmente com 72 anos de idade, considerou novamente a possibilidade de lançar um novo material.

“Bem, está é a pergunta de um milhão de dólares. Eu possuo muito material guardado. Eu sempre digo para Ralph [Baker], meu empresário: ‘Eu quero lançar isso em um momento apropriado’, porém o engenheiro com quem eu trabalhei por anos, Mike Exeter, saiu do ramo para fazer outras coisas… Eu gostaria de lançar algum material, mas isso não significa que farei turnês com uma banda tocando isso. Esses dias Brian May [guitarrista do Queen] veio até mim e eu dei a ele uns quatro ou cinco CD’s cheios de riffs. Então ele disse: ‘Você deveria fazer um álbum com esse material, solte isso do jeito que está aí’. Eu respondi: ‘Não, eu não quero fazer isso. Irei lançar isso de forma apropriada’”.

Falando em material próprio, a entrevista fez Tony Iommi voltar no tempo até o ano 2000, quando foi lançado seu primeiro álbum-solo, que contou com a participação de vários artistas como Dave Grohl, Ozzy Osbourne, Peter Steele, Serj Tankian, Phil Anselmo e Billy Idol, dentre vários outros. Iommi falou sobre como foi gravar com tantos amigos juntos e também sobre o fato de ele ter negado a participação de um determinado rapper em ascensão chamado Eminem.

“Eu tive muita sorte em ter tanta gente comigo em ‘Iommi’. Eu tive Dave Grohl, Billy Corgan e várias outras pessoas. Eu passei por duas situações embaraçosas meio que sem querer. Uma foi quando eles disseram: ‘Este rapaz quer trabalhar com você. Eminem.’ Eu respondi: ‘Quem, diabos é Eminem? Não, não.’ Eu não o conhecia. E Kid Rock. Então eu recusei algumas pessoas que se tornaram bastante conhecidas depois, mas eu não tinha a menor ideia disso. Eu tentei colocar esse projeto em prática antes com Planty (Robert Plant) e mais algumas pessoas, mas foi muito complicado por causa de gerenciamentos e aquelas coisas.”

Tony Iommi tem se mantido afastado de lançamentos e turnês desde o fim da turnê “The End”, em fevereiro de 2017, que pôs fim a história do Black Sabbath. Um dos fatores que fizeram o guitarrista abandonar a vida de turnês mundiais foi o fato de o mesmo ter se tratado de um linfoma (câncer que ataca o sistema linfático, responsável por produzir os glóbulos brancos que atuam na imunidade do corpo) que o acometia desde 2012. Este câncer está em estado de remissão desde 2016.

Share |

Kiss: Tour da banda na América Latina foi adiada; confira as novas datas

março 30th, 2020 admin Posted in Notícias No Comments » 24 views

A produtora Mercury Concerts, responsável pela turnê do Kiss no Brasil, anunciou nessa segunda, 30, que os shows precisaram ser adiados devido ao surto do coronavírus.

O giro End of The Road World Tour, que marca a despedida da banda dos palcos, aconteceria no país entre os dias 12 a 21 de maio, e, agora, ganha novas datas em novembro desse ano: em Brasília, no dia 10 de novembro no Ginásio Nilson Nelson, em Uberlândia, dia 12, no Estádio Parque do Sabiá, em São Paulo, dia 14 de novembro, no Allianz Parque, em Ribeirão Preto, dia 15, na Arena Eurobike, em Curitiba, dia 17, na Pedreira Paulo Leminski e em Porto Alegre, dia 19, local ainda não definido.

Os ingressos já adquiridos serão válidos para as novas datas, não havendo necessidade de troca. Para aqueles que ainda não compraram o ingresso, ainda terão a oportunidade de adquirí-lo no site do Ingresso Rápido para as apresentações em São Paulo, Uberlândia e Ribeirão Preto, e no site da Uhuu para os demais locais (Curitiba, Brasília e Porto Alegre).

 

Share |

Metallica: Comunicado oficial sobre adiamento da tour pela América do Sul

março 23rd, 2020 admin Posted in Notícias No Comments » 48 views

Segue post feito no site oficial do Metallica:

“Obviamente um momento muito diferente, e sair de casa agora significa literalmente carregar sua vida em suas mãos. Infelizmente, nesses tempos surreais, isso significa que temos que ficar longe uns dos outros no futuro próximo antes de começarmos a pensar nas reuniões da família Metallica em todo o mundo.

Estamos todos colocando a segurança em primeiro lugar, nos auto-isolando e socialmente nos distanciando, mas não para sempre! Com isso dito, os shows sul-americanos originalmente planejados para abril estão em processo de mudança para dezembro; o Greta Van Fleet vai ficar a bordo para fazer essa turnê conosco, e estaremos percorrendo cada cidade, mas alguns locais de shows podem mudar. Voltaremos ainda esta semana com as novas datas e detalhes sobre ingressos, locais e tudo o que você precisa saber para se planejar.

Para aqueles de vocês nos Estados Unidos, vocês sabem que temos algumas datas de festival planejadas para maio e, infelizmente, as notícias não são tão boas. Com o coração pesado, estamos aqui para informar que o Epicenter em Charlotte, Welcome to Rockville em Daytona, e Sonic Temple em Columbus foram todos cancelados. Há uma nota luminosa entretanto: o Louder Than Life em Louisville (17 a 20 de setembro) adicionou uma data e estamos empolgados por podermos participar novamente das festividades, pois estaremos subindo ao palco na quinta-feira, 17 de setembro, para iniciar o que serão quatro dias de música ao vivo e boas vibrações. Os headliners adicionais para o restante do Louder Than Life serão anunciados em uma data posterior. Por favor, visite DannyWimmerPresents.com para obter todas as informações. Detalhes sobre reembolsos e trocas para os shows de maio também estarão disponíveis no local a partir da quinta-feira, 26 de março.

Finalmente, para nossos amigos na Austrália e Nova Zelândia, saiba que não esquecemos e vocês ainda estão em nossos corações e mentes. Vamos chegar à sua parte do mundo o mais rápido possível. Nós prometemos!

Ficamos por aqui, por enquanto, enviando a vocês nosso amor durante esses tempos difíceis. Vamos relembrar esse período em breve com uma apreço renovado por todos os momentos incríveis, juntamente com nossa extensa Família Metallica em todo o mundo. Por enquanto, fique com outras pessoas importantes, crianças, animais de estimação, pais … quem quer que você tenha em seu espaço. Crie suas playlists, assista a alguns filmes, experimente alguns jogos de tabuleiro antigões e, o mais importante, mantenha-se seguro. Vamos manter contato!”

Share |

Como se prevenir do coronavírus?

março 22nd, 2020 admin Posted in Notícias No Comments » 10 views

Ao declarar pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a Organização Mundial da Saúde (OMS) adiantou que, nas próximas semanas, o número de casos, de mortes e o número de países afetados deve aumentar ainda mais. E como se prevenir do coronavírus é algo extremamente necessário para todos sabermos.

A contenção do vírus é um desafio por conta da facilidade de transmissão. Ao tossir ou espirrar, uma pessoa infectada expele gotículas, que contaminam objetos e outras pessoas. Além disso, como trata-se de um vírus novo, nossos corpos ainda não possuem defesas naturais para enfrentá-lo.

Neste cenário, a prevenção é a melhor saída. Os cuidados são básicos e devem ser adotados por todo mundo, mesmo por pessoas que não se consideram expostas ao risco.

Cuidados para prevenir o coronavírus

O Ministério da Saúde reforçou as medidas que reduzem o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas. Entre elas, estão:

  • evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;
  • realizar lavagem frequente das mãos, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente;
  • utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
  • higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
  • não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • manter os ambientes bem ventilados;
  • evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Por que essas recomendações são importantes?

A Organização Mundial da Saúde (OMS) explica:

Lavar as mãos

A higiene com água e sabão ou álcool gel elimina o vírus, se este estiver nas mãos.

Praticar a etiqueta respiratória

Ao tossir ou espirrar,  é importante cobrir a a boca e o nariz com lenço descartável ou com o cotovelo flexionado, pois impede a propagação de germes e vírus. Se espirrar ou tossir com as mãos, poderá contaminar objetos ou pessoas em que tocar.

Manter o distanciamento social

Manter pelo menos 1 metro de distância entre você e outras pessoas, principalmente aquelas que tossem e espirram, evita que você entre em contato com pequenas gotículas que contêm o vírus e também inale o vírus.

Evite tocar nos olhos, nariz e boca

Por quê? As mãos tocam muitas superfícies que podem estar contaminadas com o vírus. Se você tocar nos olhos, nariz ou boca com as mãos contaminadas, poderá transferir o vírus da superfície para si mesmo.

Se tiver febre, tosse e dificuldade em respirar, procure atendimento médico

Por quê? Sempre que você tiver febre, tosse e dificuldade em respirar, é importante procurar atendimento médico imediatamente, pois isso pode ocorrer devido a uma infecção respiratória ou outra condição séria. Os sintomas respiratórios podem ter várias causas e, dependendo do seu histórico e circunstâncias pessoais, o Covid-19 pode ser um deles.

Devo usar máscaras para me proteger?

O uso de máscaras ainda não é uma recomendação para a população em geral se prevenir do coronavírus, apenas para pessoas que apresentem os sintomas, para que essas evitem a transmissão. Além dos infectados com o vírus, cuidadores desses doentes e profissionais de saúde também são orientados a fazerem uso desse recurso.

Sintomas de coronavírus

Os sinais e sintomas do coronavírus são principalmente respiratórios, semelhantes a um resfriado, com febre, tosse e dificuldade para respirar. O Covid-19 pode, também, causar infecção do trato respiratório inferior, como as pneumonias.

Share |

Deep Purple: banda confirma novo álbum “Whoosh!” para junho deste ano

fevereiro 28th, 2020 admin Posted in Notícias No Comments » 23 views

O Deep Purple confirmou, oficialmente, que vai lançar um novo álbum neste ano. O trabalho, intitulado “Whoosh!”, chegará a público no dia 12 de junho, por meio da earMUSIC.

“Whoosh!” contará, novamente, com a produção de Bob Ezrin. O lendário profissional de estúdio, notável por álbuns de Kiss, Pink Floyd, Alice Cooper e vários outros, também trabalhou nos últimos dois discos do Deep Purple: “Now What!?” (2013) e “inFinite” (2017).

Em material de divulgação, o Deep Purple afirma que o lema foi “colocar o Deep de volta ao Purple”, no sentido de dar mais profundidade às músicas. A banda aponta que “estendeu-se para todas as direções, sem limitações, deixando a criatividade fluir” neste novo disco.

O trabalho será lançado nos seguintes formatos: CD, digital, CD + DVD mediabook (com um vídeo de uma hora trazendo uma entrevista do baixista Roger Glover e de Bob Ezrin, além do show completo do Hellfest 2017), LP duplo + DVD, box set limitado e digital.

Tracklist de “Whoosh!”:

01. Throw My Bones
02. Drop The Weapon
03. We’re All The Same In The Dark
04. Nothing At All
05. No Need To Shout
06. Step By Step
07. What The What
08. The Long Way Round
09. The Power Of The Moon
10. Remission Possible
11. Man Alive
12. And The Address
13. Dancing In My Sleep

A informação de que o Deep Purple lançaria “Whoosh!” já havia vazado por meio de sites de venda online.

Share |

AC/DC: novo álbum terá “muitas surpresas” envolvendo Malcolm Young

fevereiro 27th, 2020 admin Posted in Notícias No Comments » 17 views

Dee Snider (Twisted Sister) esteve no programa de rádio de Eddie Trunk na SiriusXM, onde estava promovendo uma petição online para que o AC/DC se apresente na edição do próximo ano do Super Bowl, e acabou falando sobre um encontro que teve há algum tempo com Brian Johnson, que teria revelado alguns detalhes sobre o novo álbum de estúdio da banda.

“Jantei com Brian recentemente, e falamos sobre o retorno da banda. Ele me contou muita coisa, e muita coisa que não posso falar. Mas sabemos pelas fotos (divulgadas pelas mídias) e Brian confirmou que eles estiveram em estúdio e andaram gravando. A formação original – não exatamente, pois muitos já se foram, mas eu diria que a formação ‘clássica’ está de volta e há algumas surpresas, sobre as quais não posso falar, envolvendo Malcolm Young que me fizeram pirar. Posso dizer que ele estará presente, então este é o AC/DC que conhecemos e amamos”.

 

Share |

Black Sabbath: nos 50 anos do álbum “Black Sabbath” a identidade da “bruxa” da capa é revelada

fevereiro 13th, 2020 admin Posted in Notícias No Comments » 68 views

Por 50 anos, a identidade da mulher que aparece na capa do álbum de estreia do Black Sabbath (“Black Sabbath”) permaneceu desconhecida do grande público. Até hoje, exatas cinco décadas depois do lançamento do disco. Conforme revela reportagem da revista americana “Rolling Stone”, o nome da “bruxa” — como descreveu Ozzy Osbourne na época — retratada na imagem é Louisa Livingstone e ela, acredite, é astróloga e faz música eletrônica com uma pegada bastante tranquila, cheia de sons de harpas e sinos.

O responsável por convidar a modelo para o ensaio foi Keith Macmillan, conhecido como Keef (ou Marcus Keef), um jovem fotógrafo na época. A “bruxa” media 1,60m e tinha por volta de 18, 19 anos. Posou com um casaco preto e mais nada além dele. A ideia original, era que as fotos fossem um nu frontal, mas o resultado não agradou, porque o apelo sexual dissipava a atmosfera buscada. O clima em Mapledurham Watermill, no condado de Oxfordshire, na Inglaterra, Reading, a 65 quilômetros de Londres, estava bem frio naquele dia. “Eu tive que acordar às 4h da manhã. Keith estava para lá e para cá mergulhando gelo seco na água, o que parecia não funcionar muito bem. Isso o fez optar por uma máquina de fumaça”, explicou Louise. A modelo diz se lembrar de ter sido informada de que as fotos seriam para o Black Sabbath. “Mas eu não sei se isso fez algum sentido para mim naquela época”, revelou.

Louisa não curtiu muito o disco na época, nem depois. “Me sinto mal por dizer, mas não é o meu tipo de música”, confessa. Suas bandas favoritas na época eram Beatles, Stones, Cream, Traffic e The Doors.

Louisa seguiu como modelo, sem muito destaque, e conta que ninguém a reconhecia como a mulher da capa do Black Sabbath. Um dos seus trabalhos ligados à música, porém, é a foto do encarte de “Jazz”, álbum de 1978 do Queen, em que aparece nua, em meio a várias outras ciclistas (é o disco que tem “Bicycle Race”, cujo vídeo mostra partes da cena fotografada).

Com quase 70 anos atualmente, Louise tem lançado música eletrônica no estilo ambient. Seu nome artístico no ramo é Indreba. Em seu perfil no Twitter, ela explica o significado do nome: Incredible Dream Band (algo como “banda do sonho incrível”, em tradução livre). Em uma das faixas que a artista tem no bandcamp.com, a descrição explica bem que tipo de música ela costuma fazer: “Harpas angelicais doces, sinos e vozes com um toque de violino, para te elevam gentilmente ao sétimo céu.” No Spotify, suas músicas mais ouvidas têm menos de mil reproduções. Talvez a descoberta sobre seu passado, a ajude a ter mais ouvintes.

A capa de “Black Sabbath” foi fotografada por Keith Macmillan, que depois viria a produzir outras imagens icônicas para capas de discos, como a de “The Man Who Sold the World”, álbum lançado em 1970 por David Bowie, em que o artista aparece usando um vestido) e a de outros trabalhos do Black Sabbath e de Rod Stewart. Com um background em publicidade, ele usou filme infravermelho da Kodak, que era usado para fotografias aéreas, o que deu um efeito bem afeito ao espírito da época. A construção ao fundo, do século XVII, ainda está lá, de pé, acessível para registros de fãs. Só não parece tão macabra a olho nu e desassociada da música do álbum.

Keef depois se dedicaria à produção de vídeos para bandas, no estilo fast food exigido pela então incipiente indústria. Começou em grande estilo, com ”Wuthering Heights”, de Kate Bush, e trabalhou ainda com Blondie, Queen, Abba, Pat Benatar, Paul McCartney, The Who e Barry Manilow, antes de se dedicar a programas de TV. Em entrevista à “Rolling Stone” ele disse que o álbum da banda de Ozzy Osbourne o fez apreciar heavy metal pela primeira vez e isso o transformou em um verdadeiro fã pelo resto da vida.

Share |

Kiss: nova etapa da turnê final terá mudanças no repertório

janeiro 28th, 2020 admin Posted in Notícias No Comments » 26 views

O guitarrista Tommy Thayer falou, em entrevista ao BackstageAxxess transcrita pelo Blabbermouth, sobre a próxima etapa da turnê de despedida do Kiss, a “End of the Road”. O giro passa pelos Estados Unidos no início deste ano – em seguida, a banda vem ao Brasil para 6 shows, entre 12 e 21 de maio.

“Em primeiro lugar, esse é um show imperdível. Se você nunca viu o Kiss ao vivo, essa é a última oportunidade. É algo que você não vai querer perder. Como vocês viram, é o maior show que já fizemos em termos de estrutura. Investimos muito tempo e esforço preparando isso”, afirmou o guitarrista, inicialmente.

Thayer destacou que a crítica especializada tem feito muitos elogios ao show e que praticamente todas as datas estão com ingressos esgotados. “Acho que tocamos para mais de 2 milhões de pessoas em 110 shows no ano de 2019. Seguiremos até 2021 e nosso show final será em Nova York, em 21 de julho”, disse.

Em seguida, o músico prometeu mudanças no repertório para a nova etapa da turnê, que, nos Estados Unidos, tem David Lee Roth como atração de abertura. “Agora, é a hora de vocês assistirem a esse show. Mesmo se você esteve em um show no ano passado. Vamos trazer músicas novas para o repertório a partir de 1° de fevereiro, renovando para 2020″, afirmou.

Apesar da promessa de novidades no repertório, uma entrevista do vocalista e guitarrista Paul Stanley à Billboard pode deixar os fãs mais aficionados um pouco decepcionados. O Starchild declarou que ninguém deve esperar por músicas “obscuras” no repertório da turnê final.

“As pessoas perguntam quando vamos lançar um novo álbum ou tocar uma música obscura. Por quê? Temos ‘Detroit Rock City’, ‘Love Gun’, ‘Rock And Roll All Nite’, ‘Shout It Out Loud’, ‘Firehouse’, ‘Hotter Than Hell’ e a lista segue… não há espaço para músicas obscuras. Elas são obscuras por uma razão. Se quisermos agradar um pequeno grupo de fãs mais aficionados para deixar outras 20 mil pessoas pensando ‘o que é isso?’ ou ‘vamos ali comprar uma Coca-Cola’, estamos falhando com as massas. Não fazemos isso”, afirmou Stanley, na ocasião.

Em maio, o Kiss traz a sua turnê de despedida para o Brasil. As apresentações acontecem:

- no dia 12 de maio, no Anfiteatro Arena do Grêmio, em Porto Alegre;
- no dia 14 de maio, na Pedreira Paulo Leminski, em Curitiba;
- no dia 16 de maio, no Allianz Parque, em São Paulo;
- no dia 17 de maio, na Arena Eurobike, em Ribeirão Preto;
- no dia 19 de maio, no Estádio Parque do Sabiá, em Uberlândia;
- e no dia 21 de maio, no Estádio Nilson Nelson, em Brasília.

Share |

Ozzy Osbourne: revela que está com mal de Parkinson e família se emociona em entrevista

janeiro 22nd, 2020 admin Posted in Notícias No Comments » 34 views

Ozzy Osbourne revelou estar com mal de Parkinson durante uma entrevista ao programa Good Morning America. “Eu não sou bom em guardar segredos. Eu não posso andar por aí escondendo isso porque seria como fugir de dar explicações”, disse.

O Príncipe das Trevas descobriu o diagnóstico há algum tempo e hoje, ele revela que precisa tomar remédios para os nervos e as dores consequentes da doença. Durante a entrevista com a apresentadora Robin Roberts, a esposa e empresária do cantor, Sharon Osbourne, chorou ao comentar a situação:

“Existem vários tipos diferentes de Parkinson. Não é uma sentença de morte, como imaginam, mas isso afeta certos nervos do seu corpo. É como se você tivesse um dia bom, outro dia bom e então um dia realmente ruim.”

O músico também falou sobre a forte queda que sofreu em 2019 e a cirurgia no pescoço que deixou grandes sequelas. Ozzy ainda não tem certeza sobre os efeitos da doença e revela que irá se consultar com especialistas para entender melhor.

“Tem sido um desafio terrível para todos nós. Eu fiz meu último show na noite de ano novo, então eu tive uma queda horrível. Eu tive que fazer uma cirurgia no pescoço, que destruiu todos os meus nervos. Estou com um braço dormente desde a cirurgia e minhas pernas ficam frias a cada dia. Você não sabe se isso é do Parkinson ou não, mas esse é o problema. Eles cortaram meus nervos quando fizeram a cirurgia.”

Ainda em entrevista ao Good Morning America, a filha de Ozzy, Kelly, falou sobre a dificuldade de ver o pai sofrendo: “A parte mais difícil é ver alguém que você ama sofrendo. Precisamos ser honestos sobre o que está acontecendo e tomar um tempo para que todos fiquem na mesma página.”

Ozzy e a família, durante toda a entrevista, estressaram o fato de estar no estúdio e na estrada é algo que faz um bem enorme ao Príncipe das Trevas e por isso os planos não serão adiados novamente. “Quero ver minhas pessoas, meus fãs”, diz Ozzy emocionado.

O novo disco, Ordinary Man, que tem uma colaboração Elton John e solos de guitarra de Slash, tem data de lançamento marcada para o dia 21 de fevereiro.

 

 

Share |