Apoio Contato Promoções Matérias Especiais Programação A Rádio Home


Sepultura anuncia título e conceito do novo álbum

Postado em julho 19th, 2013 @ 22:58 | 687 views

Share |

O Sepultura anunciou o título do próximo álbum da banda: “The Mediator Between The Head And Hands Must Be The Heart”

Apesar de ser inspirado pelo clássico filme “Metropolis” de 1927 do diretor Fritz Lang, o álbum não está definido para ser conceitual ou uma trilha sonora como foram CDs antecessores como “Dante XXI” e “A-Lex”.

“The Mediator Between The Head And Hands Must Be The Heart” foi gravado junto com o renomado Ross Robinson (que já havia trabalhado com a banda em “Roots” em 1996).

O álbum está previsto para outubro de 2013 via Nuclear Blast.

Comentou o guitarrista Andreas Kisser: “Eu fui inspirado por uma frase que é a mensagem principal da história: “The Mediator Between The Head And Hands Must Be The Heart” para expressar o que estamos dizendo sobre as letras.

No filme, um milionário louco quer transformar um robô em uma pessoa real. Esse é o tipo do oposto do que vivemos hoje. Mais do que nunca estamos robotizado, por meio da rede mundial de computadores. A frase aponta para o coração como sendo o fator humano, que mantém um homem e não um robô. O coração bate com a liberdade de escolha, temos que pensar por nós mesmos para criar um mundo real, e não uma matriz.

Sendo um romance escrito no início dos anos 1920, é quase profético. Ele nos ajudou a colocar as idéias em conjunto para as letras e para expressar o que vemos hoje. Eu moro em São Paulo, Brasil, uma das grandes metrópoles do mundo, com mais de 20.000.000 de pessoas vivendo e trabalhando nele. Eu sei como é viver no caos diário, a nossa música reflete muito essa sensação.”

Adicionando sobre a direção musical do novo álbum e trabalhar com Ross Robinson novamente: “O álbum é brutal, rápido e direto ao ponto, eu sinto que este é o melhor Sepultura! Trabalhar com Ross Robinson novamente foi um privilégio, um dos melhores produtores lá fora. Ele tem uma forte ligação com a natureza, o coração humano, com a vida em geral. Nós fizemos um álbum que está vivo, sem truques de estúdio falsos, estávamos tocando juntos na sala de estúdio e explodindo em uma energia tão forte que você pode agarrá-la. O coração nunca vai parar de bater para a humanidade, não somos robôs, somos pura energia natural . Nós não somos escravos, eu tenho um coração pulsante! ”

Para mais informações acesse: http://sepultura.uol.com.br/

Deixe seu comentário


Os comentários são postados usando logins do FACEBOOK, HOTMAIL, AOL ou YAHOO