Apoio Contato Promoções Matérias Especiais Programação A Rádio Home
  • Confira o novo álbum do Black Label Society "Doom Crew Inc." aqui na SHOCK BOX!

Kiss: eles alteraram letras e cortaram o sangue para livestream em Dubai

janeiro 1st, 2021 admin Posted in Notícias No Comments »

O Kiss promoveu alterações em detalhes de seu show tradicional para realizar a apresentação “Kiss 2020 Goodbye”. A performance foi transmitida online diretamente de um resort em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, nesta quinta-feira (31).

Internautas apontaram, nas redes sociais, que trechos das letras de “God of Thunder” e “100,000 Years” foram modificados pelo Kiss. Além disso, o clássico número teatral em que o vocalista e baixista Gene Simmons cospe sangue não foi realizado desta vez.

No caso de “God of Thunder”, o trecho final “virgin soul” (“alma virgem”), do verso “The spell you’re under will slowly rob you of your virgin soul” (“Você está sob o feitiço que lentamente roubará você de sua alma virgem”) não foi cantado. Internautas dizem que a expressão “virgin soul” teria sido adaptada para “sacred gold” (“ouro sagrado”) ou “sacred code” (“código sagrado”) – a dicção estaria um pouco confusa nesse momento.

Já “100,000 Years” não contou com a palavra “bitch” do verso “it must have been a bitch while I was gone” (“deve ter sido uma merda enquanto estive fora”). No lugar dela, entrou o termo “trip” (“viagem”), embora, segundo relatos, o vocalista e guitarrista Paul Stanley tenha cantado “bitch” na última repetição.

A justificativa mais provável debatida nas redes sociais para essas mudanças seria uma suposta adequação aos costumes locais dos Emirados Árabes Unidos. O país tem o islamismo como sua religião oficial.

Houve, ainda, quem destacasse que a transmissão não tinha restrições de classificação indicativa e poderia ser acessada em todo o mundo. Dessa forma, supostamente, pontos considerados “polêmicos” do show típico do Kiss teriam sido alterados.

Até o momento, nenhum envolvido com a produção da livestream se manifestou oficialmente para explicar as mudanças.

Além dos pontos citados, o Kiss fez uma pequena alteração em seu repertório para o show online. A música “Strutter” foi acrescentada de última hora no bis, para que fosse promovida uma contagem regressiva para a virada do ano – Dubai está sete horas na frente do fuso horário de Brasília. Tirando essa canção, todo o setlist tocado foi o mesmo das últimas datas da “End of the Road”, segunda turnê de despedida da banda.

Embora já tenha sido anunciado previamente, outro detalhe curioso que rolou durante a apresentação foi a quebra do recorde mundial de maior uso de fogos em um show. Ao todo, foram disparados 73 pontos de chamas. O feito foi registrado por um representante do Guinness Book, o livro dos recordes.

A apresentação gravada ainda pode ser assistida no site do projeto “Kiss 2020 Goodbye”, mediante pagamento de ingresso de US$ 39,99 (cerca de R$ 205, na cotação atual e em transação direta). A expectativa é que o registro também seja lançadaoem DVD/Blu-Ray e em salas de cinema por todo o mundo.

Veja, abaixo, o repertório tocado pelo Kiss na livestream em Dubai.

1. Detroit Rock City
2. Shout It Out Loud
3. Deuce
4. Say Yeah
5. I Love It Loud
6. Heaven’s On Fire
7. Tears Are Falling
8. War Machine (Gene Simmons cospe fogo)
9. Lick It Up
10. Calling Dr. Love
11. 100,000 Years (bateria sobe)
12. Cold Gin (Tommy Thayer dispara foguetes na guitarra)
13. God of Thunder (Gene Simmons voa)
14. Psycho Circus
15. Parasite
16. Love Gun (Paul Stanley voa)
17. I Was Made For Lovin’ You
18. Black Diamond
19. Beth (no piano)
20. Strutter
21. Do You Love Me?
22. Rock And Roll All Nite

Share |

Metallica: Lars Ulrich diz que o melhor disco da banda ainda está por vir

dezembro 31st, 2020 admin Posted in Notícias No Comments »

Na última edição da revista Classic Rock, o baterista do Metallica, Lars Ulrich, prometeu que a continuação de “Hardwired … To Self Destruct” de 2016 será o melhor álbum que ele e seus companheiros de banda já fizeram.

“É a coisa mais pesada, a mais legal“, disse Ulrich. “Mas brincadeiras à parte, se não fosse porque pensássemos que o melhor álbum ainda estava pela frente, então por que continuar fazendo isso?

“No Metallica, nós amamos o processo criativo e é difícil para mim imaginar que algum dia iremos parar de fazer discos“.

No mês passado, Ulrich disse em uma entrevista à Rolling Stone que o Metallica estava há quase um mês em sessões de “algumas composições muito sérias” para seu próximo álbum de estúdio. Algumas semanas antes, Lars disse a Kara Swisher no CNBC Evolve Summit que ele e seus companheiros de banda do têm trabalhado em novas músicas “nas últimas seis, oito semanas virtualmente.” Mas ele admitiu que eles encontraram uma miríade de problemas técnicos que retardaram seu progresso.

“Ser uma banda de Rock e trabalhar virtualmente não é muito fácil“, disse Lars. “Atrasos de tempo, todas essas coisas tornam tudo muito difícil. A principal coisa que sentimos falta é sermos capazes de nos ouvir. [Risos] Então, se ficarmos os quatro juntos em uma sala, podemos nos conectar e ouvir entre si. Se estou tocando aqui em San Francisco, e Kirk [Hammett] e James [Hetfield], nossos dois guitarristas, estão em O’ahu ou no Colorado, há atrasos significativos. É muito difícil para nós tocar ao mesmo tempo. Se estou fazendo o que chamamos de direção, o que significa que estou tocando uma batida e eles estão me seguindo, não consigo ouvir o que estão tocando e vice-versa. Não podemos todos ouvir uns aos outros de uma forma universal. Portanto, temos algumas complicações significativas. Nossa equipe de gravação e nossa equipe de produção estão conversando com fabricantes de software em todo o mundo [sobre] como decifrar o código nisso. Ninguém descobriu ainda.“

Em agosto, o Metallica transmitiu um show para centenas de cinemas drive-in e ao ar livre nos EUA e Canadá, como parte da série “Encore Drive-In Nights“. O show foi filmado quase três semanas antes, em 10 de agosto, na vinícola Gundlach Bundschu, a cerca de 30 minutos de carro da sede da banda em San Rafael, Califórnia, e posteriormente editado e mixado pela premiada equipe de produção da banda com os mais altos padrões possíveis.

O “Live & Acoustic From HQ: Helping Hands Concert & Auction” do Metallica foi transmitido ao vivo da sede da banda em 14 de novembro. O show acústico especial beneficiou a fundação All Within My Hands da banda.

Share |

Kiss: repertório da livestream em Dubai é revelado por Gene Simmons

dezembro 31st, 2020 admin Posted in Notícias No Comments »

O vocalista e baixista Gene Simmons revelou, em um vídeo publicado no Twitter, qual será o repertório do Kiss para sua livestream “Kiss 2020 Goodbye”. A apresentação será transmitida no último dia do ano, hoje.

O show “Kiss 2020 Goodbye” será transmitido online diretamente de um resort em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, com grande estrutura. Os ingressos estão à venda a partir de US$ 39 (cerca de R$ 200, na cotação atual e em transação direta).

A lista publicada por Gene Simmons aponta um repertório pouco diferente do que vinha sendo apresentado nos shows da “End of the Road”, segunda turnê de despedida do Kiss, que estava em andamento antes da pandemia do novo coronavírus. Veja, abaixo, as músicas que estarão na livestream:

1. Detroit Rock City
2. Shout It Out Loud
3. Deuce
4. Say Yeah
5. I Love It Loud
6. Heaven’s On Fire
7. Tears Are Falling
8. War Machine (Gene Simmons cospe fogo)
9. Lick It Up
10. Calling Dr. Love
11. 100,000 Years (bateria sobe)
12. Cold Gin (Tommy Thayer dispara foguetes na guitarra)
13. God of Thunder (Gene Simmons voa)
14. Psycho Circus
15. Parasite
16. Love Gun (Paul Stanley voa)
17. I Was Made For Lovin’ You
18. Black Diamond
19. Beth (no piano)
20. Do You Love Me?
21. Rock And Roll All Nite

Em entrevista anterior, à Rolling Stone, o Kiss confirmou alguns detalhes técnicos sobre a live. Em um palco de 250 pés (cerca de 76 metros), o grupo acumulará uma estrutura de 50 câmeras 4K com opção de 360°, US$ 1 milhão (cerca de R$ 5,3 milhões, na cotação atual) em pirotecnia e outros recursos impressionantes.

Foi revelado, ainda, o custo para garantir que ninguém seja infectado pelo novo coronavírus. Foram investidos US$ 750 mil (R$ 4 milhões) em testes e medidas de proteção aos 400 funcionários que farão o show acontecer.

Gene Simmons garantiu que a estrutura convencional dos shows do Kiss será amplificada “entre 10 a 100 vezes” para a livestream. “Será como o feriado de 4 de julho. Você não quer o caos. Você quer as maiores explosões, mas não as piores, pois se as explosões de fogos acontecem por todo o lado, não dá para curtir o som ou cantar junto. Precisa ter coordenação”, disse.

Dan Catullo, diretor do show e proprietário da empresa responsável pela produção, a Landmarks Live, afirmou que os altos custos da livestream serão parcialmente garantidos por patrocinadores. Catullo também revelou que precisou trazer 37 contêineres de equipamentos para shows em navios de carga para realizar a stream em Dubai, que não tem histórico de espetáculos desse tipo.

Share |

Iron Maiden: “Wrath Of The Waters” não é o título do novo álbum

dezembro 31st, 2020 admin Posted in Notícias No Comments »

A página argentina “MaidenArg” compartilhou o que deveria ser capa, título e tracklist do tão esperado novo álbum do Iron Maiden, chamado “Wrath of the Waters”. Porém, tudo não passava de uma “brincadeira” alusiva ao “Día de los Santos Inocentes”, uma espécie de dia da mentira dos países hispânicos.

Mesmo que no texto haja referências a fatos reais (como a sigla WOTW  e as gravações de 2019), tudo é obviamente uma farsa: a capa é uma montagem feita por um fã a partir da arte de uma carta do jogo Magic, a “declaração” de Bruce é praticamente a mesma do álbum “The Book of Souls”, e o lançamento está marcado para 31 de setembro (esse dia não existe).

Os títulos das faixas também chamam a atenção pela criatividade, inclusive para corroborar a fake new, o tracklist já possui os autores e tempos de duração:

1. Wrath Of The Waters (Smith/Harris) 9:49
2. Black Lotus (Smith/Dickinson) 4:15
3. Beyond The Veil (Murray/Harris) 5:44
4. The Nature Of Hate (Smith/Harris) 7:21
5. Empty Canvas (Gers/Harris) 6:52
6. Blissful Oblivion (Smith/Harris/Dickinson) 4:48
7. Spiritual Tantrum (Smith/Dickinson) 5:27
8. Pale Blue Dot (Dickinson) 8:33
9. Beneath The Same Sky (Smith/Harris/Dickinson) 6:36
10. The Flying Dutchman (Harris) 12:04

Além disso, não existe absolutamente nenhuma fonte para a notícia, o que confirma que é tudo não passou de uma piada, muito bem feita por sinal.

Share |

Kiss: eles já estão em Dubai para realizar livestream

dezembro 29th, 2020 admin Posted in Notícias No Comments »

Os integrantes do Kiss já estão em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, para a realização da livestream “Kiss 2020 Goodbye”. A apresentação será transmitida ao vivo no último dia do ano, 31 de dezembro.

O show “Kiss 2020 Goodbye” será transmitido online diretamente de um resort em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, com grande estrutura. Os ingressos estão à venda a partir de US$ 39 (cerca de R$ 200, na cotação atual e em transação direta).

A exibição para o público do Brasil está marcada para começar às 14h (horário de Brasília) de 31 de dezembro. Em outros países, foram estabelecidos horários distintos. Outras informações estão disponíveis no site do projeto.

Em entrevista anterior, à Rolling Stone, o Kiss confirmou alguns detalhes técnicos sobre a live. Em um palco de 250 pés (cerca de 76 metros), o grupo acumulará uma estrutura de 50 câmeras 4K com opção de 360°, US$ 1 milhão (cerca de R$ 5,3 milhões, na cotação atual) em pirotecnia e outros recursos impressionantes.

Foi revelado, ainda, o custo para garantir que ninguém seja infectado pelo novo coronavírus. Foram investidos US$ 750 mil (R$ 4 milhões) em testes e medidas de proteção aos 400 funcionários que farão o show acontecer.

Gene Simmons garantiu que a estrutura convencional dos shows do Kiss será amplificada “entre 10 a 100 vezes” para a livestream. “Será como o feriado de 4 de julho. Você não quer o caos. Você quer as maiores explosões, mas não as piores, pois se as explosões de fogos acontecem por todo o lado, não dá para curtir o som ou cantar junto. Precisa ter coordenação”, disse.

Dan Catullo, diretor do show e proprietário da empresa responsável pela produção, a Landmarks Live, afirmou que os altos custos da livestream serão parcialmente garantidos por patrocinadores. Catullo também revelou que precisou trazer 37 contêineres de equipamentos para shows em navios de carga para realizar a stream em Dubai, que não tem histórico de espetáculos desse tipo.

 

Share |

Ozzy Osbourne: novo álbum, com Taylor Hawkins e Trujillo, está em produção

dezembro 19th, 2020 admin Posted in Notícias No Comments »

O vocalista Ozzy Osbourne está gravando um novo álbum de estúdio, sucedendo “Ordinary Man”, lançado em fevereiro deste ano. O guitarrista e produtor Andrew Watt revelou detalhes sobre o trabalho em entrevista à Guitar World.

De acordo com Watt, o novo álbum deve contar com músicos convidados no baixo e na bateria, assim como em “Ordinary Man”, que teve Duff McKagan (Guns N’ Roses) e Chad Smith (Red Hot Chili Peppers). Desta vez, porém, há outros nomes no meio: Robert Trujillo, do Metallica, no baixo; e Taylor Hawkins, do Foo Fighters, na bateria. Vale destacar que Trujillo fez parte da banda de apoio de Ozzy entre 1996 e 2003.

“Há muita gente envolvida. Não posso falar com certeza até o final, mas fiz várias faixas básicas com Chad Smith (Red Hot Chili Peppers, que toca em ‘Ordinary Man’) e Robert Trujillo, que tocava na banda de Ozzy. Taylor Hawkins veio e também gravou algumas coisas, o que dá uma pegada diferente, remete ao Ozzy dos anos 80, em uma ótima forma. É ótimo fazer um disco com Chad Smith em uma metade e Taylor Hawkins na outra”, disse o guitarrista.

Por estarmos em pleno momento de pandemia do novo coronavírus, os cuidados foram redobrados durante a gravação. O próprio Andrew Watt contraiu o vírus há alguns meses, então, todos os envolvidos trabalharam em estado de alerta – Ozzy, em idade avançada e com vários problemas de saúde, sabe que não pode vacilar.

“Estamos quase na metade das gravações. Dessa vez, foi difícil, com a Covid e tudo que fizemos para manter Ozzy seguro. Fazemos testes todos os dias antes de trabalharmos. E gravamos apenas eu, Ozzy e o meu engenheiro de som. Está demorando mais dessa vez, mas é legal, pois o disco anterior tinha sido um rápido caso de paixão”, declarou.

E há alguma diferença visível entre “Ordinary Man” e o novo álbum? Andrew Watt revela: “Estamos investindo mais tempo para criar as músicas. Há algumas faixas que têm 8 ou 9 minutos de duração, com algumas jornadas insanas. Estou muito empolgado”.

Apesar disso, ainda não há um direcionamento palpável para o disco. Segundo o guitarrista, algumas músicas podem ser gravadas, mas não entrar na tracklist final.

Share |

Rock in Rio 2021: Iron Maiden, Dream Theater, Megadeth e Sepultura na noite de abertura

dezembro 16th, 2020 admin Posted in Notícias No Comments »

O Rock in Rio 2021 terá Iron Maiden, Dream Theater, Megadeth e Sepultura + Orquestra Sinfônica Brasileira no Palco Mundo de sua noite de abertura, em 24 de setembro.

A presença do Iron Maiden no line-up já havia sido antecipada pelo jornalista José Norberto Flesch, em seu canal de YouTube. As outras bandas do Palco Mundo permaneciam desconhecidas até então.

O Dream Theater chegou a vir ao Brasil com seu festival próprio, o Dream Festival, no fim de 2019. O Megadeth se apresentaria no Rock in Rio também de 2019, mas cancelou essa e outras datas pelo Brasil porque seu frontman, Dave Mustaine, estava com câncer na garganta – o problema de saúde já foi superado.

Resta saber como ficará a agenda do Megadeth no Brasil em 2021, visto que José Norberto Flesch também publicou, recentemente, que a banda está confirmada no Knotfest Brasil. O evento será realizado em São Paulo no mês de dezembro, pouco tempo após o Rock in Rio.

O Rock in Rio 2021 está marcado para os dias: 24, 25 e 26 de setembro (sexta, sábado e domingo), na primeira semana e 30 de setembro e 1°, 2 e 3 de outubro (quinta, sexta, sábado e domingo), na segunda semana.

Share |

Edu Falaschi: revela a capa do seu primeiro disco solo

dezembro 14th, 2020 admin Posted in Notícias No Comments »

Edu Falaschi revelou a capa de Vera Cruz, primeiro disco solo da carreira do artista, que chega em maio de 2021, mas os fãs já podem garantir o lançamento na pré-venda com um kit exclusivo e limitado para esta sexta, 18.

O disco teve o início das gravações em novembro deste ano no Rio de Janeiro, com as mixagens e masterizações sendo realizadas na Europa, e os mesmos companheiros de banda de Falaschi que o acompanham desde o início da carreira solo: Aquiles Priester, Fábio Laguna, Raphael Dafras, Roberto Barros e Diogo Mafra.

A enigmática capa do disco, por sua vez, tem como inspiração uma estória fictícia que se passa na época colonial do Brasil por Portugal. Além da arte do álbum, o enredo do conto também serviram de inspiração para as faixas do projeto.

“Eu desenvolvi essa estória instintivamente e foi libertador. Escrever sobre as coisas em que acredito, num romance, de forma leve e poética me ajudou bastante a refletir e me posicionar sobre certos aspectos da vida”, afirma Edu sobre a capa do disco e o conceito das letras.

O lançamento do kit contará com um Digibook de capa dura, CD e DVD, livreto com o resumo da estória, letras, fotos, camiseta e caneca. Tudo virá dentro de uma caixa contextualizada e especial, além de estarem autogradas e com dedicatória personalizada pelo artista.

 

Share |

Ozzy Osbourne: “não me considero Heavy Metal”

dezembro 6th, 2020 admin Posted in Notícias No Comments »

Ozzy Osbourne, concedeu entrevista à revista inglesa GQ e nela deu algumas declarações bastante curiosas, como ao falar, por exemplo, sobre Helter Skelter. Lançada pelos Beatles em novembro de 1968, a música composta por Paul McCartney (embora também creditada à John Lennon), que tentou criar um som que fosse o mais alto e sujo possível, é considerada por muitos como a principal influência no desenvolvimento inicial do heavy metal. No entanto, mesmo sendo fã dos Fab Four, Ozzy tem uma opinião diferente a respeito: “Nah. Não é pesada. É apenas uma música rápida sobre um baderneiro”, disse ao repórter Tim Jonze. “Talvez você pudesse dizer You Really Got Me, do The Kinks, ou alguma música do The Who”.

O que mais surpreendeu nessa sua resposta foi o complemento. Ainda que ele e seus ex-parceiros de Black Sabbath sejam taxados de “pais do heavy metal”, Ozzy discorda: “Eu nem me considero heavy metal. Fiz algumas coisas pesadas, mas também fiz coisas melódicas, algumas baladas…”.

Ozzy também falou do estado atual de sua saúde. “A cirurgia que fiz me deixou totalmente louco. Mas quebrei meu pescoço em um acidente de quadriciclo (em 2003) e quando isso sarou, apertou minha coluna vertebral, então eu estava tendo todos os tipos de coisas estranhas acontecendo comigo”, revelou. “Eu estava no palco e de repente recebi um forte choque em um lado do meu corpo. Então, uma noite, 18 meses atrás, fui ao banheiro no escuro e simplesmente caí no chão”, recordou. “Eu disse: “Sharon (Osbourne, sua esposa e empresária), estou no chão”. E ela respondeu: ‘Bem, levante-se, então!’. Porém, não consegui. Quando você chega aos 70, as comportas se abrem e tudo desmorona”, lamentou.

Sobre seu novo álbum, Ordinary Man, Ozzy falou de sua ideia de ter Elton John como convidado. “Quando fizemos Ordinary Man, eu disse a Andrew (Watt, produtor) que me lembrava de uma música de Elton e ele falou: ‘Por que não colocá-lo nessa música?’. Pensei: ‘você pode apenas perguntar’. Eu só queria que ele tocasse piano nele (no álbum), mas ele cantou também. O cara é um ‘workaholic’. A última vez que esteve em casa, lhe perguntei o que estava fazendo e ele disse que havia feito 40 shows em 40 dias! Como você pode fazer isso?! Não trabalho assim desde os 19 anos!”.

Questionado por Jonze se a experiência de ter trabalhado em um matadouro  alimentou o som do Sabbath, Ozzy disse: “Não, de forma alguma. A única razão pela qual trabalhei lá foi porque tudo começava cedo e, quando você terminasse de matar, poderia voltar para casa”, recordou. “Se você tivesse cinco vacas, poderia cuidar das cinco e dar o fora. Meu primeiro trabalho lá foi esvaziar o estômago das ovelhas de toda a porra de comida e merda. Nas primeiras seis semanas vomitei o tempo todo. O cheiro demora um pouco para você se acostumar. Mas estava tudo bem com aquele trabalho. Gostei da festa, demos risada. Os animais não viram a piada…”.

O Madman também contou sobre o curto período em que esteve na prisão: “Foi uma experiência que estou feliz por ter tido”, comemorou. “Eu não tinha dinheiro para pagar a multa (por roubo) e meu pai se recusou a pagar por mim, então acabei preso por três ou quatro semanas. A prisão foi bem por alguns dias, mas depois fiquei com saudades de casa. Quando vejo esses crimes na TV e as pessoas são condenadas a uma eternidade e um dia… Não sei como eles fazem isso. Ouvi uma história brilhante em Nova Iorque. Esse cara sabia que iria terminar (preso) por um longo tempo, então ele embalou seu ânus com um monte de pasta de amendoim. Enquanto está sentado no banco dos réus, ele enfia a mão na calça e come a pasta de amendoim. Ele queria cair na insanidade”. Questionado se o plano do cidadão em ter uma condenação mais branda após fingir sofrer de transtornos mentais havia feito diferença, Ozzy  disse: “Sim, fez… Ele conseguiu (uma pena) cinco vezes maior!”.

Ozzy também foi perguntado se percebeu que estava fazendo algo inovador quando gravou o homônimo primeiro álbum do Black Sabbath, que este ano completou 50 anos. “Estávamos apenas nos divertindo e, se parecia uma boa ideia, nós o fizemos. Tony Iommi é um guitarrista incrível. Não há ninguém que possa criar esses riffs demoníacos como ele. Ele é o rei. Naquela época, eu dizia, “Ele não vai superar esse (riff)”, e ele sempre superava”.

Share |

Paul Stanley: revela detalhes do álbum de estreia de sua banda de R&B

dezembro 6th, 2020 admin Posted in Notícias No Comments »

Em recente entrevista para Kyle Meredith, Paul Stanley, confirmou que terminou de gravar o álbum de estreia do Soul Station. Stanley acrescentou que dois videoclipes também já terminaram de ser gravados.

Com cerca de dezessete integrantes, além de Paul Stanley o Soul Station conta com três violinistas, três trompistas, três cantores, dois pianistas, percussão, bateria e cantores de apoio.

No último dia 29 de maio, Paul Stanley compartilhou um vídeo do Soul Station gravado durante a quarentena, cantando a música Ooo Baby Baby!, cover de Smokey Robinson & The Miracles. Na ocasião, Stanley comentou: “Estes são tempos desafiadores. Muito antes de ouvir as grandes bandas britânicas, cresci ouvindo Philly Soul, Motown e muito mais. Tive a sorte de ver Otis Redding e Solomon Burke, entre outros. Essa música e sua narrativa deram-me força e esperança, mesmo em alguns dias difíceis. Os grandes clássicos daquela época são remédios mágicos para a maioria e me senti atraído por aquela época, por causa de uma feitiçaria que acho que todos poderíamos usar. Embora seja difícil se conectar fisicamente, alguns membros do Soul Station decidiram fazer uma conexão virtual e emocional em um ótimo clássico da Motown, para Ooo Baby Baby! de Smokey Robinson. Espero que gostem!”.

Em relação ao Kiss, a banda adiou as últimas três datas de sua turnê norte-americana devido à pandemia. Em entrevista à Rolling Stone, Stanley e seu velho parceiro, Gene Simmons, expressaram a importância do distanciamento social: “Esteja o mais seguro possível para seu bem e para o bem de todos ao seu redor. Este não é um momento para ser casual ou fazer julgamentos irrestritos. Há muito mais nisso do que simplesmente olhar para as porcentagens de recuperação ou mortalidade. Iremos superar isso”.

No próximo dia 31, a banda fará um show virtual de Réveillon chamado “Kiss 2020 Goodbye”, para encerrar com rock’n’roll e festa este tenebroso ano de 2020.

“Sinceramente, eu não estava interessado em fazer um stream no nível de Live at the Troubadour in L.A.”, disse Stanley, também à revista Rolling Stone. “Não que não sejam bons, mas não é Kiss. Ou fazemos isso direito ou não fazemos. Para nós, o tamanho importa”, brincou.

“Não precisamos reinventar a roda; nós a inventamos e ela funciona muito bem. Estamos apenas garantindo que (o evento) está em escala e tamanho que façam justiça não apenas à situação em que estamos, mas que faça com que as pessoas que assistem de casa se sintam parte dela”.

Share |